Pérez vence conturbado GP de Mônaco, e Verstappen segue líder da Fórmula 1 – Superesportes

GP de Mônaco foi marcado por forte chuva que atrasou o início da corrida foto: AFP PHOTO

GP de Mônaco foi marcado por forte chuva que atrasou o início da corrida

O mexicano Sergio Pérez, da Red Bull, conquistou sua primeira vitória nesta temporada, a terceira dele na carreira, ao vencer o Grande Prêmio de Mônaco da Fórmula 1. Com o resultado, o piloto segue na terceira colocação da classificação geral, com 110 pontos. Seu companheiro Verstappen mantém a liderança do Mundial.Carlos Sainz, da Ferrari, e Max Verstappen, da Red Bull, completaram o pódio. Em quarto e quinto lugar, ficaram Charles Leclerc, da Ferrari, e George Russel, da Mercedes, respectivamente. O britânico Lewis Hamilton encerrou em oitavo.A corrida foi marcada por um grande atraso no início. Por conta da forte chuva em Mônaco, a largada foi postergada e aconteceu pouco mais de uma hora após o horário previsto. Os pilotos chegaram a completar uma volta com a presença do safety car, mas não foi possível iniciar o circuito.Às 11h05 (de Brasília), foi dada a largada após duas voltas comandadas pelo safety car. Os carros foram às pistas com os pneus de chuva, mas Latifi bateu sua Williams já nas primeiras voltas.Leclerc liderava a prova com tranquilidade, mas teve que ir para os boxes para trocar os pneus de chuva pelos intermediários. Em seguida, o monegasco precisou fazer sua segunda parada para adotar os compostos de faixa branca e caiu para o quarto lugar. Verstappen também parou, perdeu posições e viu seu companheiro Sergio Pérez assumir a ponta.Na volta 27, foi dada bandeira amarela quando Mick Schumacher bateu em uma curva e teve sua Haas dividida pela metade. O piloto deixou a prova, assim como seu companheiro Magnussen, que abandonou a corrida pouco antes.Na sequência, o circuito foi interrompido com bandeira vermelha para que os destroços fossem retirados da pista e ficou parada por cerca de 15 minutos.Por conta do atraso no início e das paralizações, a direção da prova deixou de contabilizar as 77 voltas e passou a valer a contagem regressiva para as três horas limites para realização de um GP.Na retomada, Sergio Pérez manteve a liderança e permaneceu nela até o fim. Sainz até tentou pressionar, mas não tirou a vitória do mexicano da Red Bull.O próximo Grande Prêmio acontece no dia 12 de junho, no circuito de Baku, no Azerbaijão. A corrida está prevista para as 8 horas (de Brasília).

Admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.