Vasco finaliza acordo de venda de 70% das ações da SAF com 777 Partners – Superesportes

Executivos da 777 Partners finalizam detalhes da compra da SAF do Vasco foto: Vasco/Divulgação

Executivos da 777 Partners finalizam detalhes da compra da SAF do Vasco

Vasco e 777 Partners anunciaram na noite desta terça-feira a finalização do acordo para a aquisição, por parte da empresa americana, de “70% das ações da futura Vasco SAF, pelo valor de R$ 700 milhões”, informa nota publicada no site oficial do clube.A mensagem ainda afirma que a proposta está em “fase de assinatura entre Brasil e Estados Unidos” e será levada “à Comissão de Estudos do Conselho Deliberativo”, que terá até 25 dias para analisá-la e, dessa forma, emitir um parecer.

Saiba mais

Interesse da 777 faz Galo acelerar renovação com Rodrigo Caetano

Interesse da 777 faz Galo acelerar renovação com Rodrigo Caetano

Investidor do Cruzeiro, Ronaldo diz que também torce por acesso do Vasco

Investidor do Cruzeiro, Ronaldo diz que também torce por acesso do Vasco

Vasco e 777 Partners acertam detalhes do acordo para a criação da SAF

Vasco e 777 Partners acertam detalhes do acordo para a criação da SAF

As negociações duraram quatro meses até que fosse acertado o contrato definitivo. Assim que verificado, o documento, que conta com a “assunção pela SAF de até R$ 700 milhões de dívidas” do Vasco, passará por reunião e apreciação do Conselho Deliberativo.Caso os contratos sejam aprovados pelos conselheiros, a continuação e aprovação do projeto será decidida, numa última instância, pelos sócios do clube em votação na Assembleia Geral.Confira a nota publicada pelo Vasco no site oficial:“O Vasco da Gama e a 777 Partners informam que após quatro meses de trabalho, a Due Diligence foi concluída com a anuência entre as partes dos termos pré-acordados no memorando de entendimento assinado em fevereiro passado, que tem como pontos principais a venda para a 777 Partners de 70% das ações da futura Vasco SAF por R$ 700 milhões e a assunção pela SAF de até R$ 700 milhões de dívidas do CRVG.Os contratos estão em fase de assinatura entre o Brasil e Estados Unidos. Na sequencia serão entregues à Comissão de Estudos do Conselho Deliberativo para análise e emissão de parecer que será levado à apreciação do Conselho Deliberativo. Em última instância, os sócios do CRVG reunidos em Assembleia Geral tomarão a decisão de aprovar ou não a operação”.

Admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.