O que separa Pedrinho do acerto com o Galo – Superesportes

Jorge Nicola traz novidades sobre a negociação entre Atlético e Pedrinho foto: Jorge Nicola/Superesportes

Jorge Nicola traz novidades sobre a negociação entre Atlético e Pedrinho

 O Lille, da França, é hoje o maior obstáculo do Atlético em relação à contratação de Pedrinho. O décimo colocado do último Campeonato Francês entrou na disputa na segunda-feira (20) com uma proposta de 18 milhões de euros, ou R$ 99 milhões, para ficar com o meia-atacante. A oferta foi recusada devido ao grande número de parcelas para a quitação da dívida.

Saiba mais

Coluna do Nicola: Atlético vence leilão gigante e fica perto de Alan Kardec

Coluna do Nicola: Atlético vence leilão gigante e fica perto de Alan Kardec

Coluna do Nicola: Galo espera fechar venda de ações do Diamond em 60 dias

Coluna do Nicola: Galo espera fechar venda de ações do Diamond em 60 dias

Só que, antes de Galo e Pedrinho baterem o martelo pelo empréstimo de uma temporada, o Lille reapareceu com novas cifras: 14 milhões de euros fixos e mais 4 milhões de euros parcelados. O clube ainda se propõe a bancar outros 4 milhões em bônus por metas alcançadas.Dono dos direitos econômicos de Pedrinho, o Shakhtar sempre deixou claro que daria preferência à venda, a fim de recuperar o investimento de 18 milhões de euros feito em junho do ano passado para tirá-lo do Benfica.Porém, Pedrinho e seus representantes se animaram com a chance de voltar ao Brasil para jogar no Atlético. O jogador, que mantém a forma física em Maceió, tem assistido e gostado dos jogos do Galo.É Rodrigo Caetano quem conduz as conversas com o Shakhtar e o estafe de Pedrinho. Na oferta do executivo de futebol, o Shakhtar não recebe qualquer centavo pelo empréstimo de uma temporada, embora o acordo preveja uma opção de compra no valor de 18 milhões de euros.O Galo também se compromete a assumir 100% dos salários de Pedrinho, que recebe aproximadamente R$ 900 mil por mês brutos na Ucrânia. Ou recebia. Lá se vão quatro meses sem embolsar qualquer centavo, já que o vínculo com o Shakhtar está suspenso, seguindo determinação da Fifa, devido à guerra com a Rússia. 

Sem concorrência no Brasil

O Atlético não tem rivais brasileiros na briga por Pedrinho. O Corinthians, clube que o revelou, não sondou em momento algum a possibilidade de seu retorno. Já Palmeiras e São Paulo entraram em contato com os representantes do atleta. Rogério Ceni, inclusive, chegou a conversar por telefone com Pedrinho.Mas a identificação e a gratidão ao Corinthians fizeram o jogador descartar as negociações com os paulistas. Além das tratativas com Pedrinho, o Galo já tem o atacante Pavón e o zagueiro Jemerson confirmados como reforços para 18 de julho, data da reabertura da janela de inscrições no futebol brasileiro. O centroavante Alan Kardec também tem negociações avançadas e deve assinar após a realização de exames médicos. Todos chegam sem custo pela aquisição dos direitos econômicos.

Admin

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.